Dica: intoxicação por mercúrio

Intoxicação por mercúrio

O mercúrio também é um METAL PESADO e sua exposição pode acontecer através de: pinturas, amálgama, termômetros, barómetros, peixes de zonas auríferas, diuréticos mercuriais, grãos tratados com fungicidas e mercúrio, tatuagem, adesivos, luzes fluorescentes, cosméticos, plásticos, ceras de piso, entre outras…

Esta exposição leva a sinais e sintomas como:
-Diarreia, azia, dores de cabeça, excesso de salivação, úlceras na boca, sensação de queimação em garganta e gengivas sangrantes, e em casos mais sérios leva a complicação em órgãos como rins e fígado;
-Irritabilidade, depressão, ansiedade, insônia ou até perda de concentração;
-Cãibras, crescimento bacteriano e fúngico (candidíase);
-Além disso afeta negativamente e nosso sistema imunológico, digestivo e nervoso.

Como sei que estou contaminado?
Além da constatação por sinais e sintomas, conseguimos dosar em exame de sangue.

Como prevenir?
Evitar a exposição aos produtos e aumentos citados acima.

Como tratar?
Existem várias estratégias e protocolos com suplementos que conseguimos otimizar a eliminação desta contaminação.

E sobre os frutos do mar, prefira os com menos concentração de mercúrio:
Anchovas, bagre, lagostas, ostras, salmão, sardinha, camarão, lula, tilápia, bacalhau, abadejo, vieiras e truta.

Vamos buscar sempre MELHORES ESCOLHAS e COMA COMIDA DE VERDADE para evitarmos ao máximo qualquer tipo de contaminação que pode afetar a sua saúde!

Posts relacionados

Leave a comment